segunda-feira, 18 de abril de 2011

Recortes do cotidiano (micro contos)


(Aborto)

  • … e ela tava buchuda? Com bucho?
  • Tava, porra! O médico disse que o feto tava com 12cm e que o coração dele já batia.
  • Sim, mas e aí?
  • Mandei tirar, né? E eu sou algum besta?


(Pão com ovo)

(num bairro popular aqui de Manaus, duas mulheres empertigadíssimas entram numa padaria pé-sujo)

  • Por favor, atentendente.... (mulher 1)
  • Ei, mocinha.... (mulher 2)
  • Eu quero um croissant, com queijo cheddar e presunto de peito de peru (mulher 1)
  • Eu idem (mulher 2)
  • O que é idem? (atendente)
  • Affff... idem é o mesmo que ela pediu, só que no meu pão eu quero dois ovos “estralados” na banha (mulher 2)
  • “Isso sim é nobreza e riqueza de espírito” (pensei eu numa mesa ao lado).



(Feia)

  • Até que ela é bonita.
  • Mas é gorda.
  • Não, pô... ela tá grávida.
  • Tanto faz: gorda ou grávida. Quilos demais a enfeiam.

9 comentários:

  1. oieeee, adoreiiii teu espaço, bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu me encontrei na "Feia".
    hahahahahahahahahahah

    ResponderExcluir
  3. Na parte da "Feia" parece que há um jogo perceptivo. Afinal, qual o conceito do que é belo/feio? São forças tão antagônicas que ao mesmo tempo fazem parte de um conceito só.

    beeeijo, Sid.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do relato do pão com ovo....é interessante como esse cotidiano é facilmente encontrável por toda a cidade...muito bom Sid...aguardando os próximos...

    ResponderExcluir
  5. Sid, já havia comentado sobre tua verve para crônicas do cotidiano... tá comprovado aí... Mande mais... O real às vezes é tão cruel que mais parece ficção... rss. Gostei.

    ResponderExcluir
  6. Usando o olhar de fotografo para escrever, e estas cada vez melhor.

    Na realidade gosto mais quando es mais sintetico. Escrever menos e informar mais eh uma arte.

    Abracos, Claudio Serra

    ResponderExcluir
  7. Faço minhas as palavras do nobre colega Sabinosv!

    ResponderExcluir